Esta é a verdadeira razão pela qual nunca serei uma gaija a sério

Ontem numa de loucura resolvi dizer para mim:”Suricat Maria é hoje que vamos comprar umas sandálias catitas, com aquele salto digno de mulherão!” Hoje é o dia carago. E assim fui eu catita e contente à sapataria …

Eu sinto-me bem com a minha altura, não quero ser gigante. Sim eu sei que o salto alto me “alevanta” o rabo, mas ainda assim pessoas da indústria do calçado, é assim tão taxativo ter que produzir saltos altos de 10cm (eram uns 5 cm … mas juro que comecei a sentir a pressão nos ouvidos depois de calçar aquilo).

Moral da historia … saí da loja com mais um par de sabrinas … ou como se chama aquele calçado maravilhoso giro e confortável … ah e raso … tão bom pá! 
 

8 comentários:

A. disse...

Eu ando toda contente com umas sandálias com um salto altíssimo, que me faz sentir uma gigante ao lado da minha melhor amiga e com as quais não conseguiria andar em pé o dia todo... Mas confesso! É óptimo sentir-me mulher a usar tais saltos! Estou sempre é a ver quando vou cair ;)

Lou Alma disse...

É engraçado Suri, eu gosto de saltos altos e mesmo sabendo que me väo doer os pés e as pernas muitas vezes näo os troco, näo sei bem porquê.têm é que ser confortáveis. E tens sempre a boa desculpa para pedir o braço ou a ajuda ao companheiro, mesmo que te sujeites a ouvir aquelas coisas que todos dizem: bla,bla vaidosas,bla,bla :)))

R* disse...

lool deixa lá isso! Por acaso adoro saltos mas sou baixinha por isso acaba por favorecer. Mas tb adoro sabrinas =)

caracóis disse...

Ora bem! Mais uma que age como eu!
C-L

Nox Lilin disse...

Benvinda ao clube!

Atena disse...

Eu gosto dos dois!!

Mas a maior parte das vezes compro sabrinas!!

:)

S* disse...

Pareço eu ontem pah!!

marie disse...

Ontem senti-me tão mal, fui ao shopping e vi uns sapatos muito engraçados mas com tacão de 10cm praí. Só naquela de ver qual a sensação (porque eu JAMAIS usaria aquilo) calcei-os, ia-me dando um ataque, não me consegui manter-me em pé em cima daquilo... Aaaahhhhh... como é que as outras conseguem? Como? Não entendo!