Para além da conversa dos filhos, esta é outra à qual também estou excluída...

Tudo quanto é fêmea nesta empresa tem uma Pandora e/ou um filho.
Tem lá a vida toda, o filho, a filha, marido, o corno do amuleto, o olho contra a inveja … and so on, and so on.

Eu não tenho, nem Pandora nem filhos, logo falo com homens.
Não sei qual a melhor papa, nem o tempo que irei demorar a parir. Também não sei qual foi a última pedrinha da Pandora, nem posso falar de quantas semanas estou (não estou de esperanças … xoooo), nem do óleo para o bebé dormir melhor …

No entanto sei de boas promoções de portáteis, da polémica da bola e do aviso do FMI quanto ao empurrão para a recessão em 2011. 
 
Compro uma pandora ou um filho no dia em que estiver a falar de gaijas nuas ok?

8 comentários:

Rosa Cueca disse...

Mas dava jeito ouvires as gajas e vires comunicar Intel lol

Cate disse...

Odeio pandoras, acho-as a coisa mais feiosa do mundo. Peço desculpa a quem tenha, mas não gosto mesmo nada.

Ana, Dona do Café disse...

No dia em que me quiserem oferecer uma Pandora, que me ponham a quantia que iriam dar num envelope - como a minha avó faz- que ficarei dez vezes mais feliz do que se me oferecerem a dita.
não gosto, não quero e, se quisesse, no chinês há coisas parecidas e fazem o mesmo efeito. Se tem valor? Opá, tem..mas para isso compro algo de jeito em prata ou ouro, agora aquilo?

mas melhor que pandora só mesmo a pulseira do equilíbrio... :D

A*

S* disse...

Eu tenho Pandora... falta-me tudo o resto.

Pestinha disse...

Ok Suricat, fico á espera que nos dê uma luz sobre a tua visão do mundo!

Kiss**

catherine disse...

São temas de conversa muito interessantes, sem dúvida. Acho que ao fim de uma semana já estava enjoada dessa gente. loool :p

Andie disse...

Compras nada, que falar de gajas nuas até tem a sua piada. É preciso é entrar no espírito da coisa =P

clara disse...

felizmente no meu trabalho nao é assim, mas sei o que isso é.